quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Os 5 mandamentos do Marketing

Marketing é um conceito extremamente complicado e complexo, porém ele serve basicamente para te fazer vender mais.
Para quem quiser vender mais, recomendamos os 5 mandamentos a seguir:
1.Entenda muito bem como você melhora a vida das pessoas
Como mencionado antes, seu produto precisa trazer benefícios para as pessoas, senão ninguém pagará por ele. Um bom marketeiro é aquele que entende como convencer as pessoas sobre os benefícios em comprar seu produto.
2.Tenha uma boa relação com os seus clientes
Manter um cliente é 5 vezes mais barato do que conquistar um novo. Faça o máximo para seus clientes te amarem e além de voltar a comprar de você, eles trarão novos clientes.
3.Sempre procure novos clientes
Existem 2 motivos para alguém não comprar de você. Ou não te conhece ou não vê benefício suficiente no seu produto. O primeiro problema é resolvido com aumento na divulgação, mas resolver o segundo é o que te trará maiores benefícios. Entenda o que as pessoas esperam e dê um jeito de satisfazê-las. Estar sempre inovando e conquistando novos clientes (só inovar não adianta se não trouxer clientes) é a melhor forma de garantir o crescimento. Nunca deixe de perguntar porque alguém não compra de você.
4.Seja eficiente na sua divulgação
Por mais que ter um anúncio de 30 seg no horário da novela seja legal e deixe sua família orgulhosa, dificilmente será a melhor forma de divulgação pra quem está começando. Descubra como fazer seu possível cliente encontrá-lo sem gastar muito. Nem sempre é aplicável, mas a internet normalmente é a forma mais barata de ficar conhecido.
5.Nunca se acomode
Pode parecer que estamos batendo na mesma tecla, e estamos mesmo. Saia do lugar! Mesmo que as vendas estejam indo bem, uma hora a fonte seca caso você não se esforce para seguir sempre os 4 mandamentos acima.
É possível que esses mandamentos sejam óbvios, mas a questão é que poucos realmente os seguem (assim como os de Moisés). Mantenha esses 5 pontos em mente e garantimos que vocês estarão anos-luz na frente à grande maioria das empresas.

Millor Machado

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Oito dicas para quem trabalha em casa!!!!!

A editora da revista Inc., Leigh Buchanan, trabalha de casa há três anos. Não é só alegria; ela confessa que às vezes se sente sozinha, e que briga muito para ter disciplina e não atrapalhar o trabalho com afazeres domésticos. Mas, de modo geral, tem sido uma experiência interessante. Abaixo, trazemos oito dicas que ela oferece àqueles que forem se aventurar a trabalhar de casa.

“Trabalho de casa há três anos, sem nada pra olhar além da paisagem de montanhas, e sem nada pra ouvir além de esquilos pulando no quintal.” Às vezes fica bem solitário. Sinto falta das conversas aleatórias nos corredores, que fazem surgir ideias inesperadas ou ajudam a formar parcerias. Mas, em geral, trabalhar de casa tem sido uma experiência satisfatória. Consegui me manter produtiva, e a redução no estresse de não ter que atravessar a cidade provavelmente aumentou um ano em minha vida. Para aqueles que vão embarcar nessa experiência de trabalho a distância, ofereço oito dicas para se dar bem.”

1- A linguagem é importante. Nunca diga ‘trabalho em casa’. Diga ‘meu escritório é em casa’, ou ‘trabalho para o escritório a partir de casa’. Além de soar mais profissional, você não entra para a lista de amigos e parentes como aquela-pessoa-que-pode-pegar-meu-filho-na-escola ou outros compromissos.

2- Algumas pessoas gostam de se vestir para o trabalho, mesmo que eles nunca ponham o pé pra fora de casa. Outras gostam de andar pela casa de pijamas. É uma escolha pessoal. Mas se você preferir a última, pelo menos troque de roupa uma vez de dia e de noite. Casual, sim. Sujo, não.

3- Fale com alguém do trabalho pelo menos uma vez por dia. Longos momentos de silêncio são angustiantes. Após três dias, eu fico me sentindo uma criança num acampamento: preocupada de que na minha ausência, eles terão mudado de casa sem me dizer. Melhor falar com gerentes, que sabem da situação geral.

4. Fofocar, navegar na internet e comprar uma coisinha durante o almoço são maneiras saudáveis de desanuviar a cabeça do ambiente barulhento, do café ruim e da cadeira desconfortável comuns ao trabalho. Apesar de em casa haver mais silêncio e conforto, não dá pra trabalhar oito horas sem parar. Então faça coisas úteis como pausa: lave roupa, varra o chão, faça um exercício (somente se você não gostar de se exercitar; se for divertido, você vai se distrair).

5- Se você tem filhos, explique a eles que quando sua porta estiver fechada, eles não devem incomodá-lo. Se eles não obedecerem, diga que se eles interromperem seu trabalho você vai perder os seus prazos, vai ser demitida, a família vai viver na rua e você vai vender seus brinquedos para comprar comida.

6- Galinhas adorariam trabalhar das 4h às 13h; as corujas, das 15h à meia-noite. Mas lembre-se de que alguns compromissos, ligações e conferências podem ser fora de seu horário de preferência. É tentador criar uma rotina adaptada ao seu organismo; mas é melhor se basear nos horários em que o mundo exige que você esteja disponível.

7- Em casa, temos três telefones: uma para a família, um para as crianças e um para as ligações de trabalho. Tenha um aparelho somente para o trabalho, assim você não corre o risco de alguém atender desavisadamente (‘Ei, mãe, é um tal de Steve Jobs, posso dormir na casa do Lucas?’), e você pode atender no modo profissional (‘Aqui é Leigh Buchanan’) e pessoal (‘Que foi?’).

8- Tenha uma cafeteira boa. A minha é uma Saeco Incanto Sirius, que faz um espresso fenomenal, mesmo tendo esse nome que parece saído de um livro do Harry Potter.

Fonte: www.http://www.papodeempreendedor.com.br

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Rio de Janeiro vista lá de cima!!!

Foto tirada pelo astronauta @Astro_Soichi da NASA


Putz... ele lembrou do Rio de Janeiro...
Adorei a foto!!! Ele acabou de tirar e mandar pelo twitter!!!
Dá até para ver a Ponto Rio-Niterói!!! Que máximo!!! heheheh

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Um pouco sobre Johannes Gutenberg (~1400-1468)

Um famoso desconhecido - homenagem ao dia do gráfico (07/02)

Sabe-se pouco sobre Gutenberg. O ano do seu nascimento é estimado: por volta de 1400. Nasceu entre 1393 e 1405, filho do comerciante Friele Gensf leisch, em Mainz. Mais tarde, viveu num povoado que, devido à sua localização em Mainz, levava o nome de “Zum Gutenberg”, mas não se sabe a razão pela qual ele escolheu este nome como sobrenome.
Acredita-se que, devido à sua habilidade técnica e comercial, tenha tido uma formação profissional à altura da sua classe social, numa escola monástica ou numa universidade. Entra em cena no ano de 1434, na cidade de Estrasburgo, Alsácia, que na época fazia parte do Reino Alemão, e se situava na região diretamente vizinha a Mainz.
Gutenberg provavelmente trabalhou em Estrasburgo como ourives. Já quase com 40 anos de idade, ele funda, com parceiros, uma empresa para confeccionar espelhos para peregrinos a caminho de Aachen. No processo de fabricação já se adivinha a futura fundição de caracteres de metal.
Com este empreendimento, não tem sorte: a peregrinação é adiada por um ano. Os seus parceiros do negócio, que financiaram parcialmente o empreendimento, reclamam o seu dinheiro perante a justiça. Gutenberg é descrito nos documentos do processo, pela primeira vez, como mestre de manufatura e inventor engenhoso.
Prossegue, simultaneamente, um projeto secreto, com uma forma e uma prensa, sobre o qual os seus parceiros de negócio tinham de manter sigilo absoluto. Os documentos de Strasburgo não revelam nada além disso. Alguns pesquisadores crêem que se tratava de experiências para a impressão de livros, pois Johannes Gutenberg já sabia imprimir no momento em que ele é novamente mencionado em documentos de Mainz do ano de 1448.

Primeira bíblia impressa



Primeira publicação



Bom... falei que era só um pouco!!! Depois falo mais sobre ele!!!

MSN integrado com Twitter, sem programa e de graça!

Gente, adorei essa ferramenta!!! Uso o twitter pelo msn! Muito legal!!!

Isso mesmo! Imediatamente o blog 'Quase1nerd' revelará todos os truques, comandos e dicas para você usar o seu Twitter no seu MSN, sem programa algum, sem pagar nada. Só mesmo o blog 'Quase1nerd' para proporcionar tanta informação grátis para você. Seja feliz, veja:

ANTES DE MAIS NADA - Sim, o blog 'Quase1nerd' realmente comprova que isso funciona.

COMO ASSIM? - Você adicionará um contato, este contato aceitará, você então usará esta janela do Messenger como o site do Twitter.


ENTENDA MELHOR, PASSO-A-PASSO: ACESSE!!!


http://quase1nerd.blogspot.com/2010/02/msn-integrado-com-twitter-sem-programa.html

Escrito por: @feewoh | Marcação: Segredos , Twitter

Decreto preparatório para regime ditatorial no Governo Lula

Recebi esse vídeo de um colega de lista! Achei um absurdo de resolvi propestar, assim como ele!!! Como pode isso acontecer???? Fica aí o aviso que o Presidente Lula é mais um fantoche...
video

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

Pesquisa revela que leite hidrata mais que a água

Após praticar exercícios é comum recorrermos a um copo de água, mas pesquisadores de Campinas, no interior de SP descobriram que o leite contribui mais que qualquer outra bebida no treinamento.

Mais do que vontade, o nosso corpo sente a necessidade de repor o líquido perdido durante os exercícios.

E dá para substituir por leite? Um estudo desenvolvido no Reino Unido concluiu que o leite magro é mais eficiente na reidratação do que a água ou qualquer isotônico, bebida normalmente usada para repor líquidos e sais minerais. Pesquisadores da Unicamp explicam por que isto acontece.

A proteína do soro do leite também ajuda na regeneração do músculo lesionado durante a atividade física

Quanto menor o intervalo entre a ingestão das proteínas do leite e o término da atividade física, melhor a resposta do corpo ao exercício. De acordo com os pesquisadores todos os tipos de leite têm este potencial de hidratar e recompor os músculos.

O que muda entre um e outro é o tempo de absorção no organismo. O efeito do leite desnatado, por exemplo, é maior que o de soja, por ele manter por um período maior, mais elevadas as taxas de aminoácidos e estes aminoácidos são essenciais para a construção da musculatura.

Dezesseis quilos a menos e com músculos bem mais definidos depois de um ano de treino intenso. Para potencializar os exercícios, todos os dias, antes e depois da academia, Fabiano toma uma dose de proteína isolada do leite. A orientação é dada pelo fisioterapeuta Wilson Germano.

Cristina Maia - Campinas, SP

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

A lista dos 50 filmes considerados os piores da história está no site da Empire

Confira os "top 10" da pesquisa:

1 - "Batman & Robin" (1997), com George Clooney, Alicia Silverstone, Arnold Schwarzenegger e Uma Thurman.


2 - "A reconquista" (2000), com John Travolta e Forest Whitaker


3 - "Guru do amor" (2008), com Mike Myers


4 - "O resgate do Titanic" (1980), com Jason Robards e David Selby


5 - "Deu a louca em Hollywood" (2007)


6 - "Portal do paraíso" (1980)


7 - "Sex lives of the potato men" (sem título em português) (2004)


8 - "Fim dos tempos" (2008), com Mark Wahlberg e Zooey Deschanel


9 - "Highlander 2: a ressurreição" (1991)


10 - "The room" (sem título em português) (2003).

(http://www.empireonline.com)

50 razões para não casar com um designer gráfico

Designers já tem uma reputação muitas vezes distorcida pela sociedade, então resolvi compilar essa lista para você que está pensando em casar com um Designer. Mas lembre-se, não desista casamento não um empreendimento. (é uma loucura) Segue a lista.

1.Há milhões e milhões de designers no mundo.
2.São egoístas e egócentricos.
3.Todos tem salários baixos.
4.Não aceitam críticas (recebem mas não as entendem).
5.Se odeiam entre sí.
6.Não sabem somar nem subtrair quando vão ao mercado.
7.Não sabem mudar uma lâmpada sem fazer um esboço
8.Gostam de ver os créditos completos do filme (e cenas cortadas).
9.Não deixam você decorar a sua casa.
10.Tudo é um grande brainstorm (tempestade de ideias).
11.Você nunca saberá se os documentos e credenciais são reais ou adulterados.
12.Fazem montagem com suas fotos.
13.Mantêm revista e qualquer coisa que tenha fotos no banheiro.
14.Idolatram pessoas totalmente desconhecidas (Bansky, Sagmeister, Basquiat, Paul Rand, etc.).
15.Tira fotos para seu diário todos os dias.
16.Acham que tudo pode ser resolvido com um Shape ou uma nova Layer.
17.Tudo é justificado a esquerda, direito e centro, pelo menos quando estão atrasados.
18.Todos odeiam a fonte “Comic Sans” (e amam Helvetica).
19.Tomam bebidas de qualquer espécie apenas porque gostam da embalagem.
20.Eles roubam placa da rua e orelhões telefonicos.
21.Roubam cartazes de shows e eventos e te fazem passar vergonha.
22.Amam ténis com cores estranhas e bizarras.
23.Usam all star com roupa social e acham o máximo (Cuidado ele pode usar isso no casamento).
24.Tem sempre marcas de tintas em suas mãos.
25.Eles ficam irritados com as palavras: bonito, feio e artista.
26.Eles precisam consultar o Pantone antes de se vestir para saber a combinação correta e para ter um contraste legal.
27.Eles odeiam Office (Word, Excel, PowerPoint, Publisher).
28.Acham que podem salvar o mundo com um cartaz bonito.
29.Eles sempre sabem tudo todo o tempo.
30.Gostam de músicas “Indie” (Aquela música que metade da humanidade nunca ouviu falar).
31.Criam suas piadas locais, e vão rir daquele video que você achou sem graça no Youtube.
32.Lêem livros raros, histórias para crianças e semiótica.
33.Eles gastam horas incontáveis em seus espaços, rindo sozinhos, com seu computador (geralmente Mac).
34.Sua vida social depende de seus amigos e outro designer.
35.A maioria são viciados em tecnologia todo o dinheiro da família na Apple Store.
36.Eles gostam de camisas com estampas e alguma brincadeira sobre algo atual ou muito retrô.
37.Todos tem suas lojas preferidas, que atendem o publico “Staile”.
38.Eles viram psicopatas quando você diz que design é apenas desenho.
39.Começam a rir sozinho quando pensam em como executar um job.
40.Fumam maconha!
41.Sempre dizem que podem superar o trabalho dos outros.
42.Todos já foram ou cogitarão ser DJs (pelo menos uma vez).
43.Costumam vender tudo que compram, livros, revistas, canetas, camisetas (cuidado você está a venda).
44.Todos tem personalidade geeks e infantis.
45.Gostam de desenhos americanos ou japoneses e passarão horas assistindo.
46.Gostam de mudar de cidade, estado país o tempo todo.
47.Trabalham retocando foto de modelos e olhando mulheres em grande parte do seu tempo.
48.Assistem documentários e vão a museus.
49.Fumam Camel porque acham a carteira bonitinha.
50.Tenha sempre um bom sonho, porque eles trabalham a noite.

Se você já é casado(a) com algum designer, e sabe mais defeitos comenta aí!!!

por Jonas Rafael Rossatto sobre: Design

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Jovens designers brasileiros constroem VW “Smart”

Essa vai para o Excelentíssimo Senhor MEU MARIDO, que vai comprar um desses ao invés de uma moto!!!!



Para um designer de carros não existe orgulho maior do que ver o seu projeto sair dos papéis e tomar forma. Muitos levam boa parte da vida para ver isso acontecer.
Porém no caso dos brasileiros Kauré Martins, Rogério Okabe, Guilherme Motta and Wadson Gomes Amorim eles já podem dizer que fazem parte deste seleto grupo de afortunados. Já que o carro destas fotos foi projetado por eles.
Eles foram campeões do Talento Volkswagen Design 2008 e agora viram o seu projeto tomar forma. O carro se chama VW In, e se parece bastante com o conceito adotado nos Smart.
Este carro micro foi desenvolvido ao longo dfe 2009 e foi mostrado pela primeira vez em um evento especial aqui no Brasil em dezembro.
A grande sacada foi criar um carro para duas pessoas, com um design atraente e ainda manter as características de um VW.



O carrinho brasileiro mede 2.48 metros e pode receber um motor de 1.0l juntamente com quatro motores elétricos.
Parabéns para os moleques. Fica mais do que provado que o Brasil tem capacidade de construir seu próprio carro. Sem depender de marcas estrangeiras.
É totalmente capaz de seguir os exemplos de Coréia do Sul, China e Índia e se tornar uma potência. Vale lembrar que a indústria automobilística representa 10% de toda a geração de riqueza brasileira.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Erro de marketing ou aproveitar-se da situação???

McDonalds explorou tragédia no Haiti?

Marketing não é uma ciência exata e não possemos afirmar com certeza o que é certo e errado. Como estudante de marketing estou querendo justamente apontar possíveis deslizes e, principalmente, provocar questionamentos. Para cumprir essa função vou abordar um tema delicado: marketing em momentos de tragédias.

Vocês lembram de quando a Red Bull foi duramente criticada por ter permitido que promotoras distrubuissem produto de graça no desabamento de uma estação de metrô de São Paulo em 2007? Uma respeitada revista publicou um artigo dizendo que "a companhia ignorou uma regra básica no universo da propaganda: nunca tente se aproveitar de uma crise para ganhar alguns pontos de audiência. Fatalmente o efeito será contrário ao esperado." Para mim a Red Bull foi, no mínimo, infeliz com a ação. Mas não dá pra negar que os bombeiros precisavam, sim, de ajuda pra continuar trabalhando nos escombros por horas sem parar. O problema está em ficar conhecida(o) por tentar explorar comercialmente a situação.

Dois anos se passaram e acabamos de ver uma tragédia ainda maior: o terremoto no Haiti. E estou sendo impactado por várias ações marketeiras de ajuda comunitária. O McDonalds, por exemplo, anunciou que doaria 0,50 centavos para o Haiti pra cada Big Mac vendido durante uma semana. A ação teve ampla divulgação na internet e acabou levantando US$500 mil pela causa (valor que não fará grandes diferenças no cofre da empresa), além de uma também ampla divulgação da "boa ação" da empresa.

Será que o Mc Donalds também não tentou se aproveitar da tragédia? Afinal, porque não doar um valor independente das vendas? Porque investir tanto na divulgação de uma doação que não foi tão grande? Foi justamente o que a Coca-cola fez. Deixou de divulgar a sua marca por um certo período para doar esse valor para o Haiti.

Enfim... uns acham que é hipocrisia falar isso, outros acham que não custaria nada aos bolsos do McDonald doar sem fazer esse tipo de marketing e outros acharam certo essa ação!!!

Eu concordo que não custava nada mexer um pouco os escorpiões que têm no cofre dessa empresa que é tão pequenina... (gente pão dura!!!) (rs)

Fonte: mundomarketing.com