terça-feira, 11 de agosto de 2009

Aproveitando a deixa...

Aproveitando a deixa do nosso querido escritor, Fernando Veríssimo, fui pesquisar sobre o tal de sexo tântrico...
Pensei...
Nossa q porcaria é essa???
Achei isso... que por sinal, muito interessante!!!


Manual do Sexo Tântrico


Nada de ejaculação precoce nem pressa: o sexo tântrico busca o prazer máximo e duradouro com os cinco sentidos... (huummmm...)
Uma relação sexual comum dura por volta de 15 minutos. O sexo tântrico deve durar ao menos duas horas. Caso dure menos de uma hora, é considerado ejaculação precoce. O sexo tântrico tem uma duração mínima, mas não uma máxima: quanto mais tempo durar, mais prazer proporcionará. O tantra encoraja o homem a fazer com que sua companheira se sinta divina.
Sem dúvida, os norte-americanos não praticam o sexo tântrico: 70% deles ejaculam apenas dois minutos depois da penetração (Cruz credo!!!). O sexo tântrico tem como proposta exatamente o contrário: evitar a penetração rápida e brusca, para que a ejaculação não seja o único motivo da relação sexual. Levando em conta que nossa pele possui cerca de 600 mil pontos de sensibilidade. A ejaculação é considerada um desperdício de energia vital e por isso deve-se aprender a adiá-la.
O sexo tântrico é a maneira de fazer com que o orgasmo seja prolongado a fim de ter prazer durante um maior período. É um processo que eleva o nível do sexo segurando cada vez mais o orgasmo. A duração do sexo tântrico é um pouco fora da normalidade, pois se consegue 24 horas de sexo ininterrupto. Ele pode ser praticado a qualquer hora e segundo os praticantes melhora não só a vida sexual, mas a qualidade de vida, a criatividade, o rendimento físico e a expectativa de vida. Segundo eles, isso ocorre pela quantidade de energia retida no organismo que, quando liberada dá uma sensação de prazer inigualável.

Para praticar o tantrismo existem várias formas, entre elas:

• À luz de velas, música suave, incenso, flores e lençóis macios;
• Fazer exercícios de relaxamento para abaixar a freqüência respiratória, cardíaca e cerebral para entrar em sintonia;
• O exercício deve ser feito: os dois sentados, de costas um para o outro. Primeiro tapam uma narina e respira pela outra repetindo por sete vezes invertendo o movimento.
• Inspirar profundamente e soltar o ar naturalmente;
• Sentarem de frente um para o outro, nus com as pernas cruzadas;
• Trocarem olhares e deixarem com que as carícias aconteçam naturalmente;
• Trocarem carícias lentamente com palavras de amor;
• Retardar a penetração até que o desejo seja insuportável;
• Após 30 minutos da etapa anterior a mulher escolhe uma posição e convida o homem a penetrá-la;
• Não deve haver pressa para que ao chegar ao clímax, separar-se e controlar a respiração por segundos;
• Repetir o processo várias vezes;

Até que idéia é muito boa... rs

Um comentário:

Feu disse...

Cara FlavY,

Já havialido sobre o tal sexo tântrico, muitos anos antes de "Caminho das Índias".
O problema foi achar um homem que topasse, sem medo de ser feliz.
Bom...
Agora, somos felizes.
Feu.